Clique e assine a partir de 9,90/mês

Odebrecht: Eduardo Campos recebeu R$ 5 milhões em propina

O repasse foi realizado quando o socialista era governador de Pernambuco

Por Rodrigo Rangel, Daniel Pereira, Robson Bonin, Laryssa Borges, Marcela Mattos, Felipe Frazão, Hugo Marques, Thiago Bronzatto - Atualizado em 12 abr 2017, 17h45 - Publicado em 12 abr 2017, 00h40

Morto num acidente aéreo em 2014, quando era pré-candidato a presidente da República, Eduardo Campos recebeu 5 milhões de reais em propina quando era governador de Pernambuco. O valor correspondia a 3% dos contratos que a Odebrecht tinha com o Estado.

Dois delatores contaram essa história à força-tarefa da Lava-Jato. Um deles, João Pacífico Ferreira, era o mais importante executivo da empreiteira na região Nordeste.

Publicidade