Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Odebrecht deu R$ 1 mi à revista Brasileiros a pedido de Mantega

Patrocínio para a publicação teria sido acertado diretamente pelo grupo Odebrecht com integrantes do PT; petição será analisada pela Justiça do Paraná

Por Da Redação Atualizado em 13 abr 2017, 13h15 - Publicado em 13 abr 2017, 13h13

Os acordos de colaboração premiada da construtora Odebrecht revelaram influência do governo federal em favor de determinados veículos de comunicação. Um dos cinco documentos que citam o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (PT) trata de um pedido feito por ele para que a Odebrecht fizesse um patrocínio, no valor de um milhão de reais, à revista Brasileiros, editada pela Brasileiros Editora.

A menção ao patrocínio é feita na delação do ex-presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht. O apoio do grupo teria sido acertado diretamente por executivos da construtora com o PT, após a solicitação de Mantega. Em outra das petições que envolvem a conexão entre Mantega e Odebrecht, o executivo ressalta a intenção de manter boas relações com o ministro, por conta de interesses da construtora em temas que envolvessem a Fazenda e o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

Outra revelação da família Odebrecht envolvendo veículos de comunicação foi em relação ao repasse de três milhões de reais à revista, Carta Capital, editada pela Editora Confiança. Segundo os relatos, este pedido também foi feito por Mantega a Marcelo Odebrecht, mas depois reforçado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em conversa com o patriarca Emílio Odebrecht.

Como o processo não envolve pessoas com foro privilegiado, a petição foi encaminhada para a Justiça Federal do Paraná, que decidirá se instaura inquérito para apurá-la. Procurada pelo site de VEJA, a revista Brasileiros informou que se pronunciará por meio de nota, em seu site oficial, ainda nesta quinta-feira.

Continua após a publicidade

Publicidade