Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O sugestivo nome da Operação Caça-Fantasmas

A Polícia Federal explica oficialmente o nome de Caça-Fantasmas, dado à 32ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta quinta-feira, como uma referência “dentre outros aspectos, a um dos objetivos principais da investigação que foca na apuração da verdadeira extensão obscura da instituição bancária no Brasil, bem como a vasta clientela que utiliza de seus serviços e do escritório Mossack Fonseca para operações financeiras com características de ilicitude e de forma oculta”. Entre os “outros aspectos” a influenciar o nome da operação Caça-Fantasmas, pode-se interpretar um trocadilho com o sobrenome do principal alvo da ação da PF, Edson Paulo Fanton, representante no Brasil do banco clandestino panamenho FPB. O sobrenome dele soa exatamente igual a “phantom”, que vem a significar fantasma em inglês. (João Pedroso de Campos, de São Paulo)