Clique e assine a partir de 9,90/mês

O PSL não vai desidratar a reforma, diz Frota

A pedido do ministro Paulo Guedes e do presidente nacional da legenda, Luciano Bivar, bancada do partido de Bolsonaro não apresentará destaques ao texto

Por André Siqueira - Atualizado em 1 jul 2019, 18h25 - Publicado em 1 jul 2019, 15h37

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, não vai apresentar nenhum destaque para a votação na comissão especial que analisa a reforma da Previdência.

A informação foi confirmada a VEJA pelo deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP), coordenador da bancada no colegiado. “Não será o PSL a desidratar a reforma da Previdência do [ministro da Economia] Paulo Guedes”, disse a VEJA o parlamentar. “A pedido do próprio Paulo Guedes e do presidente nacional do partido, Luciano Bivar [deputado federal, PSL-PE], o PSL não apresentará destaque.”

Frota está reunido com outros parlamentares na residência do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), há mais de quatro horas. Segundo o parlamentar, ainda nesta segunda-feira, 1º, haverá uma reunião da bancada do PSL, as 17h, na casa de Maia, para discutir a estratégia do partido na comissão especial.

Nos bastidores, articuladores da reforma estavam preocupados com a postura do partido, que poderia apresentar acréscimos ao texto e, com isso, comprometer o cronograma de votação da reforma da Previdência.

Continua após a publicidade

Além de não apresentar destaques ao texto, o presidente da comissão especial, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), trabalha para que a bancada do PSL vote contra requerimentos apresentados por outros partidos.

Um destaque apresentado pelo PSD, por exemplo, flexibiliza as regras de aposentadoria para profissionais de segurança pública. A mudança pode representar um impacto de 20 bilhões de reais em dez anos. Frota disse a VEJA que vai liberar a bancada para essa votação, ou seja, cada deputado poderá votar como quiser.

A expectativa é de que o texto seja votado no plenário da Câmara dos Deputados antes do recesso parlamentar, que terá início no próximo dia 18.

Conheça os detalhes de cada etapa da história de Alexandre Frota em mais uma edição do podcast Funcionário da Semana:

Publicidade