Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘O índio é cada vez mais um ser humano igual a nós’, diz Bolsonaro

Durante live em rede social, presidente fez comentários sobre os povos nativos da Amazônia

Por Da Redação - 23 jan 2020, 19h54

Durante a live semanal que faz nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro usou seu usual tom debochado para fazer comentários sobre os povos nativos da Amazônia em conversa sobre o Conselho da Amazônia com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

“O índio mudou, está cada vez mais um ser humano igual a nós”, disse o presidente ao comentar o fato de o ministro ter atuado como militar em Manaus (AM) entre 2002 e 2007. “A ideia é que o índio se integre cada vez mais e seja dono de sua terra indígena”, completou.

O Conselho da Amazônia, subordinado à pasta do vice-presidente Hamilton Mourão, foi uma resposta do governo às críticas de órgãos internacionais frente à decisão do governo, no ano passado, de acabar com o Fundo da Amazônia. Em um tuíte nesta semana, o ministro General Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, disse que “quem cuida da Amazônia Brasileira é o Brasil!”

Pouco antes, o presidente comentou o relatório de violência contra jornalistas e liberdade de imprensa no Brasil, publicado pela Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas), que apontou recorde de agressões direcionadas a jornalistas no exercício da profissão, sendo a maioria, 58%, dos ataques desferida pelo próprio presidente. “Não tem soco, não tem tapa, nem teve nenhum palavrão até hoje. Respondo de forma exaltada porque somos seres humanos. Aí a federação não gosta, acha que eu tenho que ser subserviente, servil e eternamente educado com eles. Até que eu estou sendo, eu acho”, disse o presidente após dizer que recebeu mais de 100 jornalistas nos primeiros seis meses do ano passado em frente ao Palácio da Alvorada, onde costuma receber apoiadores e responder a perguntas de repórteres.

Publicidade