Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

O aceno mútuo entre o bolsonarismo e o favorito para vaga no STJ

Ministro considerado o mais fiel a Bolsonaro no STF, Kassio Nunes Marques recebeu medalha de Messod Azulay e conversou reservadamente com ele no Rio

Por Caio Sartori Atualizado em 2 jun 2022, 19h56 - Publicado em 1 jun 2022, 20h00

Favorito da família Bolsonaro para as duas vagas que estão abertas no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, Messod Azulay, concedeu – e recebeu – mais um aceno nesta semana. No plenário do seu TRF-2, entregou ao ministro Kassio Nunes Marques, o mais fiel a Jair Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF), a Medalha do Mérito Judiciário. Antes da sessão, nesta terça-feira, os dois conversaram em privado no gabinete da presidência. A foto deles juntos obtida por VEJA não foi divulgada oficialmente. 

Azulay já tem o aval do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho zero um e principal articulador político do clã no Rio de Janeiro, seu berço político. É, inclusive, amigo da advogada Luciana Pires, que defende o parlamentar – esteve até na última festa de aniversário dela, no Iate Clube, no início deste ano. 

A decisão de Bolsonaro sobre as vagas não tem data exata para sair, mas os bastidores estão agitados. Presidente do STF, o ministro Luiz Fux chegou a ligar para o chefe do Planalto a fim de manifestar seu veto a Azulay, de quem é desafeto. O favorito de Fux, Aluisio Mendes, também do TRF-2, não entrou nem na lista quádrupla enviada ao presidente da República. Os outros magistrados são Ney Bello, Paulo Sérgio Domingues e Fernando Quadros.

Mais votado dentre os quatro, Azulay tem ainda o apoio de outro nome de peso no Rio e em Brasília: o ministro do STJ Luis Felipe Salomão, que, assim como Fux, foi desembargador no TJ-RJ e mantém enorme influência no estado. Os dois figurões do Judiciário são hoje opositores, e o presidente do Supremo chegou a fazer campanha contra Salomão quando ele tentou migrar para o STF.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)