Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nos Estados Unidos, Bolsonaro faz visita não agendada à CIA

O presidente foi acompanhado de seu filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro e pelo ministro da Justiça, Sergio Moro

O presidente Jair Bolsonaro incluiu uma visita oficialmente não prevista à sede da Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos nesta segunda-feira, 18, em sua agenda nos Estados Unidos. Seu filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Justiça, Sergio Moro o acompanharam na visita. O evento também não constava na agenda de Moro.

Não há nenhum acordo previsto para ser assinado entre a CIA e órgãos de inteligência do governo brasileiro. O Itamaraty não informou se a CIA convidou o presidente brasileiro ou se houve demanda de última hora por parte da delegação do Brasil.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência informou que a razão da ida de Jair Bolsonaro à agência americana “está ligada à importância que o presidente confere ao combate ao crime organizado e ao narcotráfico”. As conversas foram sobre “ações da área de inteligência” que incluam a CIA, o Ministério da Justiça e Segurança Pública e o próprio GSI.

O Itamaraty disse ainda que a visita se relaciona à necessidade de fortalecer ações da área de inteligência que abrangem o Ministério da Justiça e Segurança Pública, Gabinete de Segurança Institucional, entre outros órgãos.

Em mensagem no Twitter, Eduardo Bolsonaro, que também preside a Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, comentou a visita.

O líder brasileiro chegou na tarde de domingo 17 a Washington e participou de um jantar com acadêmicos e jornalistas brasileiros na embaixada brasileira na capital americana. Ele terá um encontro na terça-feira 19 com o presidente Donald Trump na Casa Branca.

A reunião desta segunda na CIA não estava prevista na agenda oficial do presidente divulgada pelo Planalto. Para hoje estavam marcados um encontro com Henry Paulson, ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, uma entrevista exclusiva à emissora Fox News e participação na conferência Brazil Day in Washington, organizada pela Câmara Americana de Comércio.

Bolsonaro discursará no evento e comparecerá ainda a um jantar oferecido pelo Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos na Câmara.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. alvaro moraes

    Nunca presidente de pais algum visita a CIA, quando está nos EUA oficialmente. O que será que ele foi fazer lá?

    Curtir

  2. revista veja racista

    Curtir