Clique e assine a partir de 9,90/mês

Nome de Lula para dirigir o PT, Gleisi fala em recuperar economia

‘Nós sabemos o que o país precisa para sair da crise econômica’, diz a ex-ministra de Dilma, em cujo governo a situação das finanças do país se deteriorou

Por Da Redação - 10 abr 2017, 19h42

Indicada pela corrente majoritária do PT para concorrer a presidente da legenda em junho, a líder do partido no Senado, Gleisi Hoffmann (PR), afirmou em nota que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva precisa voltar a governar o país. No domingo, o PT realizou o Processo de Eleições Diretas (PED) para eleger as direções municipais da legenda e escolher os delegados estaduais, que vão apontar a próxima diretoria nacional.

Gleisi foi indicada para presidir o PT pela Construindo um Novo Brasil (CNB), corrente majoritária dentro do partido e da qual Lula faz parte. Ela vai disputar o cargo com o senador Lindbergh Farias (RJ), candidato da ala Muda PT, que reúne as principais correntes de esquerda do partido.

Gleisi, que foi ministra-chefe da Casa Civil no governo Dilma Rousseff (PT) – quando a situação da economia se deteriorou-, critica a gestão do presidente Michel Temer (PMDB) e diz que o PT tem condições de fazer o Brasil voltar a crescer. “Nós já governamos esse país. Sabemos o que ele precisa para sair dessa crise econômica, resgatar o crescimento e ter um desenvolvimento justo, inclusivo”, diz. Lula, afirma Gleisi, “alavancou o desenvolvimento” no Brasil enquanto governou e movimentou a economia, o que, segundo ela, precisa ser feito agora.

Em março, o atual presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou em entrevista que o momento para lançar a candidatura de Lula ao Planalto não é agora. Para Falcão, o motivo de evitar um lançamento neste momento é abrir o diálogo com outros partidos e evitar acusações que Lula estaria antecipando uma campanha eleitoral. Nesta terça-feira, às 20h30, o PT exibirá seu programa em rede nacional de TV e rádio – Lula deve falar.

Continua após a publicidade

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade