Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

No Rio, eleitores de Bolsonaro não aceitam derrota e pedem golpe militar

Manifestantes protestam em frente à Central do Brasil nesta quarta-feira, 2

Por Duda Monteiro de Barros
Atualizado em 2 nov 2022, 17h59 - Publicado em 2 nov 2022, 12h49

Um dia depois do primeiro pronunciamento de Jair Bolsonaro (PL) após a derrota nas urnas, apoiadores do presidente se reúnem no Centro do Rio de Janeiro para pedir uma intervenção militar. Milhares de pessoas se postaram diante do prédio do Comando Militar do Leste, na Avenida avenida Presidente Vargas para contestar o resultado das eleições que elegeram Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

As solicitações seguem uma interpretação particular e não corroborada pelo STF e por diversos juristas no Brasil de dois artigos da Constituição Brasileira. O primeiro afirma que “Todo poder emana do povo”, e o 142° admite a possibilidade de uma intervenção militar para reestabelecimento da ordem.  

O movimento  interdita algumas pistas da avenida. A manifestação ocorre depois de Bolsonaro justificar os atos antidemocráticos de caminhoneiros, que bloqueiam estradas em todo o país, afirmando que os protestos ocorrem como “fruto de indignação e sentimento de injustiça de como se deu o processo eleitoral”.

Em seu breve pronunciamento durante a terça-feira, o mandatário afirmou, porém, que as manifestações eram bem-vindas, mas deveriam ocorrer de forma “pacífica” e sem “prejudicar a população”.

Continua após a publicidade

Outros protestos estão sendo organizados ao redor do Brasil em frente a quartéis. Simultaneamente, caminhoneiros bolsonaristas seguem fechando rodovias, apesar da decisão judicial do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou  liberação das estradas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.