Clique e assine com até 92% de desconto

No 2º turno, Bolsonaro só perde para Ciro e alcança Haddad, diz Ibope

Em disputa entre deputado e ex-prefeito, líder e vice-líder nas pesquisas do primeiro turno, cada um tem 42%. Bolsonaro vence Marina e empata com Alckmin

Por João Pedroso de Campos Atualizado em 1 out 2018, 22h12 - Publicado em 1 out 2018, 21h24

A pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 1º, fez quatro simulações para o segundo turno da disputa presidencial de 2018. Foram testados cenários que opõem Jair Bolsonaro (PSL) a Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede).

O levantamento mostra que, mesmo sendo o mais rejeitado entre os presidenciáveis, com 44%, Bolsonaro é derrotado apenas por Ciro, vence Marina e empata com Haddad e Alckmin.

Se o adversário do deputado fosse o pedetista, Jair Bolsonaro seria derrotado por 45% a 39%, com 13% de brancos e nulos e 3% de indecisos. Na semana passada, Ciro tinha 44% e Bolsonaro, 35%.

Em uma disputa entre o candidato do PSL e Fernando Haddad, líder e vice-líder das pesquisas de primeiro turno, há um empate numérico, com 42% para cada um, 14% de brancos e nulos e 3% de indecisos. No Ibope publicado em 26 de setembro, Haddad tinha 42% e Bolsonaro, 38%.

  • No cenário que tem como candidatos o capitão reformado do Exército e Geraldo Alckmin, o tucano fica numericamente à frente, 42% a 39%, em um empate técnico dentro da margem de erro, que é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. Brancos e nulos somam 17% e indecisos são 3%. Na pesquisa do último dia 26, Alckmin tinha 40% e Bolsonaro, 36%, um empate no limite da margem de erro.

    Quando a adversária de Jair Bolsonaro é Marina Silva, o deputado vence por 43% a 38%, com 17% de brancos e nulos e 2% de indecisos. Há uma semana, a disputa entre Bolsonaro e Marina tinha 40% para ele e 38% para ela, um empate técnico.

    Encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e a TV Globo, a nova pesquisa Ibope ouviu 3.010 eleitores em 208 municípios brasileiros entre os dias 29 e 30 de setembro. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-08650/2018. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

    Continua após a publicidade
    Publicidade