Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nestor Cerveró vai passar Natal com a família

Preso desde janeiro por ordem do juiz Sergio Moro, o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró ganhou o direito de passar a Natal com a família. O benefício da saída temporária consta do acordo de delação premiada que o ex-dirigente firmou com a procuradoria-geral da República. Ele usará tornozeleira eletrônica. O filho de Cerveró, Bernardo, foi o pivô da prisão do ex-líder do governo no Senado Delcídio do Amaral. Ele gravou conversas que comprovam, segundo os investigadores, que o senador trabalhou para boicotar as investigações da Operação Lava Jato e impedir o acordo de delação premiada do ex-dirigente. De acordo com conversa gravada por Bernardo, Delcídio disse que ministros do STF poderiam ser influenciados em prol da soltura de Cerveró. A ideia do senador petista era, depois de garantir a liberdade de Cerveró, articular a fuga do ex-diretor pelo Paraguai e depois por meio de um jatinho, sem escalas, até a Espanha. Cerveró tem dupla cidadania, brasileira e espanhola. (Laryssa Borges, de Brasília)