Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na corda bamba, Ana de Hollanda tem reunião com Dilma

Ministra da Cultura pode ser demitida ainda nesta terça-feira. A senadora Marta Suplicy, do PT de São Paulo, é cotada para substituí-la

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, tem uma reunião marcada para as 15 horas desta terça-feira com a presidente Dilma Rousseff. Ana está na corda bamba desde maio do ano passado, quando foi pega viajando a lazer para o Rio de Janeiro às custas de dinheiro público. Por recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU), devolveu à União o valor das diárias. Nos bastidores, comenta-se a possibilidade de a reunião com a presidente servir para selar a demissão da ministra. Desde que foi nomeada para o cargo, Ana de Hollanda enfrenta a oposição da classe artística e de uma ala do PT. O envolvimento dela em atos suspeitos, somado a sua inépcia na função, só fez a aumentar a pressão por sua demissão. Ainda assim, Dilma a manteve no cargo. No final de agosto, o vazamento de uma carta em que Ana cobra do próprio governo mais recursos para a Cultura provocou desconforto no Planalto. A senadora Marta Suplicy (PT-SP) é cotada para a vaga. Ela ingressou recentemente na campanha do petista Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo, depois de muita resistência. O cargo de ministra é uma ambição antiga de Marta. A senadora chega a Brasília no início da tarde, onde participa de um esforço concentrado para votações do Senado.