Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

MP denuncia Thor Batista por homicídio culposo

Filho do homem mais rico do Brasil atropelou ciclista na Rodovia Washington Luís. Perícia atestou que carro do jovem estava acima da velocidade máxima

Por Da Redação 16 Maio 2012, 19h16

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou à Justiça, nesta quarta-feira, o empresário Thor de Oliveira Fuhrken Batista, filho do bilionário Eike Batista, por homicídio culposo. O promotor Marcus Edoardo de Sá Earp Siqueira solicitou também, por meio de medida cautelar, a suspensão imediata de sua carteira de habilitação.

LEIA TAMBÉM:

Filho de Eike Batista se envolve em acidente com morte no RJ

Thor Batista é indiciado por homicídio culposo

O depoimento de Thor

No dia 17 de março deste ano, Thor atropelou Wanderson Pereira dos Santos, que trafegava em sua bicicleta, por volta das 19 horas, na altura do Km 101 da Rodovia Washington Luís. De acordo com a denúncia, Thor agiu de forma imprudente porque, segundo o laudo da perícia, dirigia a 135 km/h no momento do impacto, enquanto a velocidade máxima permitida no trecho é de 110 Km/h. A vítima foi arremessada a uma distância de aproximadamente 65 metros.

Thor teria ultrapassado um ônibus da empresa Única Fácil, da linha Petrópolis-Nova Iguaçu, pela faixa da direita e, em seguida, momentos antes de atingir a vítima, repetido a manobra irregular ao ultrapassar outro carro, violando os regras de segurança no trânsito.

A suspensão da carteira de motorista de Thor foi requerida com base nas informações prestadas pelo Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran). O órgão registra 11 infrações de trânsito na habilitação do empresário, sendo nove delas por excesso de velocidade.

Continua após a publicidade
Publicidade