Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

MP denuncia engenheiro e donos do Parque Glória por homicídio qualificado

Laudo da perícia atestou que equipamentos estavam em péssimo estado de conservação. Em agosto, acidente com brinquedo matou dois jovens

Por Da Redação
13 set 2011, 13h14

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou à Justiça, nesta terça-feira, os donos do Parque Glória Center, Maria da Glória Pinto e Leandro Pinto Ribeiro, e o engenheiro responsável, Luiz Soares Santiago, pelo crime de homicídio qualificado. Na madrugada do dia 14 de agosto deste ano, um acidente com um dos brinquedos do parque de diversões levou à morte dos jovens Alessandra da Silva Aguilar e Vitor Alcântara de Oliveira.

De acordo com a denúncia, o laudo pericial apontou que os brinquedos do parque estavam em péssimo estado de conservação: peças deterioradas, calços com pedaços de madeira, condutores com emendas e fitas isolantes expostas – possibilitando choques elétricos -, fixação de estruturas com arames metálicos torcidos e coloridos, brinquedos com pregos enferrujados, entre outras irregularidades.

“A atitude dos empresários e do engenheiro permitiu que os frequentadores do parque, que estavam sob suas responsabilidades, usassem brinquedos que estavam prestes a se despedaçarem, trazendo perigo para a vida daquelas pessoas. Além disso, para ludibriar os órgãos de fiscalização, Luiz Cláudio rompeu com seus deveres éticos e profissionais”, ressalta a denúncia.

O MPRJ solicitou à Justiça que os donos do parque sejam proibidos de trabalharem em atividade empresarial no ramo de diversões públicas, e que o engenheiro Luiz Soares perca o direito de expedir laudos de engenharia.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.