Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Moro trabalha plano para Senado e já tem candidatos a suplente

Integrantes da campanha dizem que o vice do União, Antonio Rueda, e o ex-tucano Xico Graziano estão no páreo para compor com o ex-juiz

Por Laryssa Borges Atualizado em 18 abr 2022, 16h48 - Publicado em 18 abr 2022, 09h45

Descolados do anúncio oficial do deputado federal Luciano Bivar (União-PE) como pré-candidato do partido à Presidência da República – um movimento interpretado por correligionários como uma saída para evitar que MDB e PSDB tomem conta das negociações sobre a candidatura de terceira via – integrantes da equipe do ex-ministro Sergio Moro traçam há semanas cenários sobre quem poderia compor uma eventual chapa com ele para o Senado por São Paulo.

Na lista de candidatos a primeiro suplente de Moro, caso ele decida disputar uma vaga de senador, estão o vice-presidente do União, Antonio Rueda. O nome do engenheiro agrônomo e ex-tucano Xico Graziano, que foi responsável por elaborar o projeto presidencial de Moro na área ambiental, foi citado por integrantes da campanha morista como nome para uma possível suplência, mas Graziano informou que não tem sequer filiação partidária, o que o inabilita de imediato para o posto.

Em prol de Rueda estão o fato de ser presidente do diretório da sigla em São Paulo e de ter total interesse em financiar uma campanha que, ao final, pode beneficiá-lo.

Embora tenha deixado a iniciativa privada para ingressar na corrida ao Palácio do Planalto, a opção de Sergio Moro de se candidatar ao Senado leva em conta o fato de parte expressiva do União nutrir verdadeira repulsa pelo ex-juiz e se recusar a dar legenda para que ele dispute a Presidência da República como alternativa ao presidente Jair Bolsonaro e ao ex-presidente Lula.

Moro, por sua vez, rechaça a hipótese de atuar como puxador de votos e disputar uma vaga de deputado federal por considerar que poderia acabar elegendo, com sua votação, nomes controversos ou sem qualquer afinidade programática com ele.

A ideia é que até o fim de maio o ex-ministro anuncie a que cargo pretende concorrer nas eleições.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)