Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moro impede que Lula tenha esquema especial de visitas na PF

Juiz disse que ex-presidente não terá qualquer outro privilégio em relação a outros condenados; além de advogados, apenas parentes podem visitá-lo

O juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal da Curitiba, afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não terá direito a qualquer esquema diferenciado de visitas na Superintendência da Polícia Federal, onde está preso desde a noite de sábado (7). A medida anunciada pelo magistrado joga um balde de água fria na expectativa que políticos têm de visitar o petista.

Lula ocupa uma cela de 15 metros quadrados no quarto andar da sede da PF, que tem cama e banheiros próprios. O local funcionava como alojamento de policiais e foi especialmente preparado para receber o ex-presidente em razão do cargo que ocupou. O petista não terá contato com os outros presos.

Moro permitiu que uma televisão fosse instalada no local — e só. “Nenhum outro privilégio foi concedido, inclusive sem privilégios quanto a visitações, aplicando-se o regime geral de visitas da carceragem da Polícia Federal, a fim de não inviabilizar o adequado funcionamento da repartição pública, também não se justificando novos privilégios em relação aos demais condenados”, escreveu.

As visitas a presos na Polícia Federal acontecem às quartas-feiras e estão restritas a familiares. A regra não se aplica aos advogados, que podem se encontrar com seus clientes todos os dias. Nesta terça-feira (10), o senador paranaense Roberto Requião (MDB) pediu ao juiz para que os governadores do Norte e Nordeste que estão em Curitiba possam visitar Lula. 

A tendência da Justiça Federal é responder apenas aos questionamentos feitos pelos advogados das partes identificados nos processos. Além disso, as decisões sobre o cumprimento da pena de Lula passam a ser determinadas pela juíza a Execução Penal, Carolina Lebbos, e não mais por Moro.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    MAS
    E: a íntima_
    _VÏzZzÏTA_ÍnTima? 😮
    …Vai fazer fila, em alta_
    _ROT@@TIVIDADE,MMº 😮

    Curtir

  2. Será que ele levou Viagra para as visitas íntimas ????

    Curtir

  3. Eder Oliveira

    A HISTORIA É UM CARRO ALEGRE, CHEIO DE UM POVO CONTENTE, QUE ATROPELA INDIFERENTE TODO AQUELE QUE A NEGUE.

    Curtir

  4. Fernando Mello

    As pessoas precisam aceitar que trata-se de um criminoso preso e não um paciente de hospital.

    Curtir

  5. Gilberto Mendes

    E a Gleisy!!!!O homem vai ficar no fio terra.

    Curtir

  6. alfredo lucio saback soares de quadros

    a justiça quer acabar de qualquer jeito com o sonho de muitos brasileiros de assimilar o lula como uma ideia. uma boa ideia. tudo bem que ele não tenha direito de receber visitas não previstas, mas priva-lo da 51 de todo santo dia é demais.
    o espírito de porco pode se agigantar decorrente da síndrome da abstinência.
    aqueles que acham que o lula, além de uma ideia é um santo, ao tomar a cachacinha com os cinquentinha recebidos da bolsa militân$ia, não esqueça de entornar no chão a parte que cabe ao ser mais honesto destepaiz.
    hoje assisti um programa no qual um PROFESSOR DA FGV COM DOUTORADO NA SORBONE(?) defendeu arduamente o condenado. o que passa na cabeça dessas pessoas. deram a ele licença para roubar ? e para matar milhares indiretamente ?

    Curtir

  7. Chefes de Estado membro visitando um preso do Estado para pedir benção? Um horror.

    Curtir

  8. A prisão às vezes pode ser um castigo terrível. Lula na prisão sem beber sua pinga já deve estar em abstinência alcoólica . A não ser que estejam dando a ele uma dose diária. A cela especial, separada dos outros detentos, acaba sendo uma maldade para quem está acostumado a falar sem parar. Essa hora ele já deve estar conversando com as paredes. Oferecer uma tv para ele assistir à Globo, que ele detesta, chega a ser um castigo. Mas terrível mesmo foi a idéia que tiveram de dar livros, sem nenhuma figura, para ele ler. Isso já é tortura.

    Curtir

  9. Está tudo nos conformes. Tratamento igual. Não é essa a proposta do PT?

    Curtir