Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministra diz que Pimentel tem apoio de Dilma

Para Ideli Salvatti, ministro do Desenvolvimento não deve dar explicações ao Congresso Nacional sobre as consultorias que prestou

A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou nesta segunda-feira que o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, tem o apoio da presidente Dilma Rousseff e não deve prestar esclarecimentos ao Congresso Nacional sobre suas consultorias. “Temos, em primeiro lugar, o apoio da presidente”, disse Ideli. “A impressão que temos é que as explicações têm sido satisfatórias, não havendo necessidade de levar o assunto ao Congresso”.

Ideli falou com a imprensa depois de participar da reunião de coordenação no Palácio do Planalto, com a presença de Dilma. Pairam sobre Pimentel suspeitas de tráfico de influência após a revelação de que o ministro faturou pelo menos 2 milhões de reais com sua empresa de consultoria, a P-21, entre 2009 e 2010. Segundo Ideli, Pimentel não exercia nenhum cargo público quando prestou as consultorias.

Apesar de o Planalto tentar desassociar o caso do ministro do Desenvolvimento do de Antonio Palocci, a semelhança entre os episódios preocupa o governo. O ex-ministro da Casa Civil foi demitido em junho depois de revelado o aumento de seu patrimônio por meio da prestação de serviços de consultoria. Na época, Palocci não quis divulgar as empresas que contrataram seus serviços. Já Pimentel tem se esforçado em buscar os donos das companhias para que prestem esclarecimentos sobre o caso. Pelo menos por enquanto, Dilma não pretende demitir o ministro, seu amigo há quarenta anos.