Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministério Público Eleitoral recomenda que Eduardo Paes não participe de inaugurações na sexta-feira

Prefeito tem programada a entrega de 640 casas populares na companhia da presidente Dilma Rousseff, no primeiro dia oficial de campanha eleitoral

O Ministério Público Eleitoral do Rio (MPE) recomendou ao prefeito Eduardo Paes, candidato à reeleição, que não participe de inaugurações de obras públicas na sexta-feira, primeiro dia oficial de campanha eleitoral. Uma nota do MPE informa que foi expedido ofício com a solicitação. Na data – 6 de julho – está prevista uma visita da presidente Dilma Rousseff ao Rio de Janeiro, para a entrega de 640 casas populares no bairro de Triagem, na zona norte do Rio. A prefeitura do Rio informou, por nota, que não recebeu comunicado oficial dos promotores e que, portanto, não se pronuncia a respeito.

Uma brecha no calendário eleitoral criou a possibilidade de, apesar das restrições quanto a inaugurações no período eleitoral, Paes programasse a agenda oficial com Dilma e o governador Sérgio Cabral. Por lei, estão proibidas inaugurações no período de três meses anterior ao primeiro turno do pleito. Como a eleição acontece em 7 de outubro, o primeiro dia de campanha – 6 de outubro – ficou fora do prazo estabelecido para a restrição.

Além da entrega de casas populares, o prefeito tem programada também a inauguração das obras do Parque Olímpico, um dos principais locais de competição dos Jogos Olímpicos de 2016. Nesta quarta-feira, Eduardo Paes lançou as obras da Transolímpica, uma via expressa com faixa exclusiva de ônibus (BRT) ligando os bairros de Deodoro e Barra da Tijuca – dois dos centros de concentração de participantes e público dos jogos. A área também tem carência de transporte público.