Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mensaleiro é transferido da Papuda após aval para trabalhar

Ex-assessor do PL (atual PR) foi condenado a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro; ele será auxiliar administrativo em uma empresa de engenharia

Depois de ter conseguido autorização para trabalhar fora da penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, o ex-assessor do PL (atual PR) Jacinto Lamas foi transferido do complexo penitenciário para o Centro de Progressão Penitenciária (CPP), local destinado a detentos em regime semiaberto, que têm aval da Justiça para o trabalho externo e para saídas temporárias.

O CPP, em Brasília, também deve ser o próximo destino do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, que conseguiu nesta quinta-feira o direito de trabalhar na Central Única dos Trabalhadores (CUT) enquanto cumpre a pena imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão.

De acordo com o Tribunal de Justiça do DF, o CPP tem capacidade para 1.100 presos. No local, Lamas divide uma ala com outros 20 detentos.

Leia também:

As pendências do mensalão que ficaram para 2014

Saiba quais são as penas dos condenados no mensalão

Jacinto Lamas foi condenado a cinco anos de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de lavagem de dinheiro. No trabalho, o mensaleiro deve atuar, a partir da próxima semana, como auxiliar administrativo da Mísula Engenharia. Ele receberá salário de 1.250 reais, vale-transporte e vale-alimentação de 11 reais. Entre as funções do condenado estão receber correspondências, controlar contas a pagar, emitir notas fiscais, atender a telefonemas, manter organizados os arquivos e “esclarecer dúvidas sobre a parte financeira” da empresa.