Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mensalão: relator vota sobre réus do PR nesta quarta

Joaquim Barbosa apresenta nesta quarta seu posicionamento sobre as acusações contra integrantes do antigo PL. E deve pedir a condenação de réus

Por Gabriel Castro Atualizado em 10 dez 2018, 10h33 - Publicado em 19 set 2012, 07h20

O ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), deve iniciar a sessão desta quarta-feira analisando a conduta dos réus ligados ao extinto PL, atual PR. O relator, que já pediu a condenação de cinco acusados vinculados ao PP, deve confirmar que parlamentares do PR também foram cooptados pelo governo federal por meio do pagamento de propina durante o primeiro mandato de Lula.

Leia também:

Banco Rural pagou “cala-boca” a ex-funcionário

Em VEJA desta semana: Valério aponta Lula como o chefe do mensalão

Na lista de réus está o deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP). Ele não só teria recebido 8,8 milhões de reais do valerioduto, como formado sua própria quadrilha para facilitar as transferências do dinheiro. Valdemar responder por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O relator deve confirmar a existência do esquema de corrupção.

Em seguida, o relator passará a analisar as acusações contra integrantes do PTB, o partido do delator do esquema, Roberto Jefferson. O PMDB, do ex-deputado José Borba, é o último partido da lista nesse trecho da denúncia.

Após o voto de Joaquim Barbosa, será a vez do revisor, Ricardo Lewandowski, apresentar suas considerações sobre o caso. Só na semana que vem é que os demais ministros devem votar sobre este trecho da denúncia.

Na segunda-feira, o relator votou pela condenação de cinco réus ligados ao PP. No vídeo a seguir, acompanhe o debate entre Augusto Nunes, Miguel Reale Jr., Marco Antônio Villa e Reinaldo Azevedo sobre a sessão que marcou o início do julgamento do núcleo político do esquema:

Continua após a publicidade
Publicidade