Clique e assine a partir de 9,90/mês

Médico que faltou a plantão é indiciado pela polícia

Ausência do neurocirurgião fez com que a menina Adrielly, de 10 anos, atingida por uma bala perdida na cabeça, esperasse oito horas por uma cirurgia

Por Da Redação - 8 jan 2013, 18h11

O neurocirurgião Adão Crespo, que faltou ao plantão no Hospital Municipal Salgado Filho na noite de 24 de dezembro, foi indiciado nesta terça-feira por omissão de socorro. A ausência do médico obrigou a menina Adrielly Vieira, de 10 anos, a esperar mais de oito horas para ser submetida a uma cirurgia.

Adrielly Vieira estava em casa quando foi atingida por um disparo na cabeça
Adrielly Vieira estava em casa quando foi atingida por um disparo na cabeça VEJA

Ela havia sido atingida por uma bala perdida na cabeça na noite de Natal, enquanto brincava em casa. Três dias depois de ser internada, Adrielly foi transferida ao Hospital Souza Aguiar, no Centro, onde morreu na última sexta-feira.

O delegado titular da 23ª DP (Méier), Luiz Archimedes, responsável pela investigação, decidiu indiciar Crespo depois de ouvir o depoimento do chefe de plantão, Ênio Eduardo Lima Lopes. Ele contou que os dois eram da mesma escala de plantão há dois anos, mas nunca tinha visto o neurocirurgião.

Em depoimento à polícia, Crespo disse que faltava aos plantões há mais de um mês por discordar das condições de trabalho no hospital. Ele ainda afirmou que sua decisão havia sido comunicada ao chefe do setor, José Renato Paixão, que, por sua vez, declarou que a responsabilidade pela demora no atendimento da criança é exclusivamente do neurocirurgião, que assumiu os riscos ao descumprir a escala determinada.

Segundo a Polícia Civil, o inquérito deve ser enviado agora ao Ministério Público. A pena para omissão de socorro (Art. 135 do Código Penal) é de um a seis meses de detenção, mas pode ser triplicada em caso de morte.

Leia mais:

Médico que atenderia Adrielly faltava aos plantões há 1 mês

Pai de menina atingida por bala perdida quer processar prefeitura

Continua após a publicidade
Publicidade