Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Marquinhos Trad lidera disputa em Campo Grande com 31%

O deputado estadual do PSD é seguido pela vice-governadora Rose Modesto (PSDB) e pelo atual prefeito Alcides Bernal (PP)

Por Laryssa Borges 5 set 2016, 11h18

O deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) é o líder nas intenções de voto pela prefeitura de Campo Grande, apontou pesquisa Ibope encomendada pela TV Morena. Trad tem 31% da preferência do eleitorado. A atual vice-governadora Rose Modesto (PSDB) aparece na segunda colocação, com 25%. O prefeito e candidato à reeleição Alcides Bernal (PP) tem apenas 14% das intenções de voto.

Campo Grande tem 15 candidatos a prefeito, mas conforme o levantamento Ibope, apenas estes três se mostram, por ora, competitivos. Alex do PT (PT) aparece na quarta colocação, com 3% dos votos, Coronel David (PSC) com 2% e Rosana Santos (PSOL) com 2%. Arce (PCO). Athayde Nery (PPS), Marcelo Bluma (PV), Pedrossian Filho (PMB) e Suél Ferranti (PSTU) têm 1% das intenções de voto cada. Aroldo Figueiró (PTN) e Lauro Davi (PROS) não pontuaram, enquanto Adalton Garcia (PRTB) e Elizeu Amarilha (PSDC) não foram citados pelos entrevistados.

A pesquisa também apontou que 13% disseram que votariam em branco ou anulariam o voto, ao passo que outros 5% não souberam indicar em quem votariam ou não responderam ao questionamento do Ibope.

Entre os eleitores de Campo Grande, o maior nível de rejeição entre os candidatos é o de Alcides Bernal, atual prefeito, com 35%. Alex do PT tem 31% de rejeição, Marquinhos Trad, 18% e Rose Modesto, 17%. No levantamento a avaliação da administração do prefeito Bernal é classificada como ruim por 15% dos entrevistados e péssima por 29%. Outros 33% a consideram regular e apenas 19% classificam a gestão como ótima ou boa.

A pesquisa Ibope/TV Morena ouviu 602 eleitores entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais, enquanto o nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul (TRE-MS) sob o protocolo MS-07484/2016.

Continua após a publicidade
Publicidade