Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Márcio França espera anunciar apoio de mais 3 partidos na próxima semana

PSB deve oficializar aliança com PRP, PV e PMB nos próximos dias. Vice-governador vai disputar a vaga de Geraldo Alckmin em outubro

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 23 mar 2018, 17h30 - Publicado em 23 mar 2018, 16h30

O PSB do vice-governador Márcio França trabalha para apresentar, na semana que vem, três novos partidos na aliança que vai disputar a sucessão do governador Geraldo Alckmin (PSDB) em outubro. Nos próximos dias, a sigla deve oficializar o apoio do PRP, PV e PMB, ao mesmo tempo em que tenta selar o compromisso com o PRB.

O anúncio do PV e do PMB deve acontecer na terça e o do PRP, na quinta. Segundo o deputado estadual Caio França (PSB), filho do vice-governador, existem ainda negociações abertas com o DEM e o PP. Ainda assim, o grupo de França já contaria com treze partidos: PSB, PR, PPS, PV, PHS, PSC, Pros, Avante, Solidariedade, Podemos, PPL, PRP e PMB.

Líder da bancada do PV na Assembleia Legislativa do Estado (Alesp), Reinaldo Alguz afirmou que a legenda se reunirá na segunda-feira para acertar os últimos detalhes. “Provavelmente na terça vamos ter uma reunião dando essa tendência de apoio ao França”, disse.

Já o PRB almoça com França na segunda, mas deve esperar um encontro com o grupo de Doria, na semana seguinte, antes de bater o martelo. De acordo com o deputado estadual Wellington Moura, no entanto, existe uma “inclinação” ao apoio ao PSB.

“Vemos que hoje Márcio França é a melhor proposta e há certo desconforto com o PSDB”, disse. “Eu, particularmente, acredito que esta seja a melhor proposta. O Estado de São Paulo não está procurando aventureiros, mas pessoas que possam trazer um conteúdo para passar.”

Moura disse ainda que houve uma sondagem para que o deputado federal Celso Russomanno entrasse na chapa de França como vice, mas que o apresentador de TV deve disputar a reeleição na Câmara para ajudar a engrossar a bancada do partido. Russomanno, que disputou a prefeitura da capital nas duas últimas eleições, ficou em segundo lugar em uma pesquisa divulgada no fim de fevereiro pelo Instituto Paraná Pesquisas para o governo estadual, atrás apenas do prefeito João Doria (PSDB).

Continua após a publicidade

PSDB

Sobre as farpas trocadas nos últimos dias entre Márcio França e aliados de Doria, Caio disse entender que esse é mais um reflexo do fato de que, pela primeira vez em muito tempo, o PSDB vai para as eleições contra o governador do Estado. “Vejo mais como uma pressão para tentar mostrar a força do partido”, minimizou. “Mas assim que assumirmos o governo, o PSDB terá a prudência de nos ajudar a fazer as mudanças que forem necessárias.”

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.