Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Marcelo Odebrecht deixa a presidência da empresa

Em nota, o grupo afirmou acreditar que a prisão preventiva será revogada, mas espera que o réu tenha tempo, ao lado da família, para preparar sua defesa

Por Da Redação 10 dez 2015, 22h24

A construtora Odebrecht S.A. anunciou na noite desta quinta-feira que Marcelo Odebrecht, neto do fundador do grupo, Norberto Odebrecht, deixou o cargo de presidente da empresa. O empresário foi preso pela Operação Lava Jato no dia 19 de junho deste ano por envolvimento no esquema do petrolão.

Na nota, divulgada em seu site, a empresa afirma que, apesar de acreditar “que a injusta e desnecessária prisão preventiva de Marcelo será revogada”, quer que ele “se dedique integralmente à sua família e à sua defesa nas ações penais a que responde”.

Leia a nota na íntegra:

“Passados quase 6 meses de prisão e tendo em vista o andamento de seu processo judicial, Marcelo Odebrecht decidiu ontem formalizar seu afastamento da Presidência da Odebrecht S.A., bem como do cargo de Presidente dos Conselhos de Administração da Braskem, Odebrecht Óleo e Gás, Odebrecht Realizações Imobiliárias e Odebrecht Ambiental.

O Conselho de Administração da Odebrecht S.A. formalizou a nomeação de Newton de Souza, que segue como Diretor-Presidente da Odebrecht S.A. e Presidente dos Conselhos de Administração das empresas mencionadas.

Continua após a publicidade

A Odebrecht acredita que a injusta e desnecessária prisão preventiva de Marcelo será revogada, o que possibilitará que ele se dedique integralmente à sua família e à sua defesa nas ações penais a que responde. A Odebrecht confia que ao final dos processos judiciais em curso, a inocência de Marcelo Odebrecht será formalmente reconhecida.”

Leia também:

A esperança de Marcelo Odebrecht

STJ derruba tese de advogados e estraga Natal de figurões da Lava Jato

(Da Redação)

Continua após a publicidade
Publicidade