Clique e assine com até 92% de desconto

Maranhão sai das sombras e promete compensar ‘feriadão’ de deputados

Por Da Redação 28 jun 2016, 13h07

Avesso a conceder entrevistas e a até mesmo comandar sessões em plenário, o presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu sair das sombras nesta terça-feira. Em uma iniciativa pouco usual para o sucessor de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Maranhão falou com a imprensa por longos dois minutos e prometeu realizar um esforço concentrado de trabalhos na próxima semana para compensar a folga fora de época dada aos deputados por causa das comemorações de festa junina. “Nós estamos trabalhando para regularizar, fazer um bom debate. A Casa precisa encontrar sua normalidade”, afirmou o presidente interino, que é alvo de constante bombardeio para deixar o comando da Câmara dos Deputados, o que viabilizaria a realização de novas eleições. Tentando aplacar as críticas, o deputado ainda prometeu discutir matérias de relevância para o país, além de prestar contas à sociedade. E mais: jura que vai assumir o comando da tribuna nesta terça-feira – único dia da semana previsto para ter votações em plenário. Das últimas vezes que tentou presidir a Casa, acabou sendo alvo de vaias dos demais congressistas. “Estaremos aqui para superarmos as crises”, disse Maranhão. (Marcela Mattos, de Brasília)

Publicidade