Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula deixa a cadeia — mas para prestar depoimento à Justiça

O petista será interrogado por videoconferência em 21 de junho no âmbito da investigação que apurou lobby na compra de caças suecos

Depois de 75 dias preso, o ex-presidente Lula deixará o prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba na manhã do próximo dia 21, uma quinta-feira, para ser ouvido por videoconferência na Justiça Federal da capital paranaense. O interrogatório faz parte da ação penal na qual ele é réu por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e associação criminosa envolvendo a compra dos caças suecos pelo Brasil durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. O filho caçula do ex-presidente, Luís Cláudio Lula da Silva, e o casal Mauro Marcondes e Cristina Mautoni são também réus. 

O processo tramita em Brasília. O pedido de audiência do juiz Vallisney Oliveira, responsável pelo caso, foi encaminhado à juíza substituta Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde o titular é o juiz Sergio Moro. A juíza determinou a intimação de Lula para que ele compareça ao local às 9h da data marcada.

Embora tenha frisado que o mais adequado seja a videoconferência, em razão de todo o aparato de segurança que uma eventual transferência de Lula para Brasília exigiria, o juiz Oliveira resguardou à defesa do ex-presidente o direito de pedir o interrogatório presencial. Os advogados do petista têm dez dias para fazer fazer a solicitação.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Assombração é lenda!

    Curtir