Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Lula presta depoimento em São Paulo como testemunha de Gleisi

O ex-presidente foi ouvido por aproximadamente meia hora no processo que apura se a campanha da senadora petista recebeu dinheiro ilegal

Por Da Redação Atualizado em 7 jul 2017, 15h51 - Publicado em 7 jul 2017, 11h45

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prestou nesta sexta-feira um depoimento de aproximadamente meia hora como testemunha de defesa numa ação que tem como réus a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.

Lula estava acompanhado do advogado Cristiano Zanin Martins e já deixou o prédio do Fórum Criminal da Justiça Federal, em São Paulo. Também estão sendo ouvidos como testemunhas Ivo da Motta Azevedo Correa e Beto Ferreira Martins Vasconcelos, que ocuparam cargos de confiança na Casa Civil durante os governos petistas.

O ex-presidente prestou depoimento no processo que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) e que apura se a campanha de Gleisi ao Senado Federal, em 2010, recebeu 1 milhão de reais de origem ilícita. A verba seria originária de irregularidades em contratos da Petrobras.

  • Gleisi e Bernardo respondem pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A senadora tomou posse na quarta-feira como presidente do PT.

    O advogado Cristiano Zanin Martins deixou o fórum sem falar com a imprensa, mas comentou o depoimento do ex-presidente em sua conta no Twitter. “Depoimento de Lula hoje reforçou que os diretores da Petrobras foram eleitos por unanimidade pelo Conselho de Administração da companhia”, disse.

    Gleisi, que chefiou a Casa Civil no governo Dilma Rousseff entre 2011 e 2014, nega que a campanha ao Senado tenha recebido repasses ilegais. A defesa de Bernardo afirma que provará a inocência do ex-ministro ao longo do processo.

    (Com Estadão Conteúdo)

    Continua após a publicidade
    Publicidade