Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula conclui primeira sessão de radioterapia

Ex-presidente driblou a imprensa ao chegar ao Sírio-Libanês por um entrada diferente e não deu entrevistas; diário, tratamento vai durar até sete semanas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou na manhã desta quarta-feira a primeira sessão do tratamento de radioterapia para combater um câncer na laringe, diagnosticado em outubro. Lula despistou a imprensa e não deu entrevistas. Sozinho, ele chegou às 10h15, segundo a assessoria da unidade de saúde, e usou uma entrada alternativa do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Lula foi direto para o departamento de radioterapia do hospital e realizou o tratamento, que durou cerca de vinte minutos. De acordo com a assessoria do ex-presidente, após descansar, ele deve retornar à tarde para a sua casa, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

O ex-presidente Lula, acompanhado pela mulher, Marisa Letícia, recebe a notícia sobre o sucesso do tratamento contra o câncer do médico Roberto Kalil Filho O ex-presidente Lula, acompanhado pela mulher, Marisa Letícia, recebe a notícia sobre o sucesso do tratamento contra o câncer do médico Roberto Kalil Filho

O ex-presidente Lula, acompanhado pela mulher, Marisa Letícia, recebe a notícia sobre o sucesso do tratamento contra o câncer do médico Roberto Kalil Filho (/)

Diferentemente do tratamento de quimioterapia, que acontecia a cada 21 dias e em que o paciente deve permanecer internado durante o ciclo, desta vez Lula deve ir diariamente ao Hospital Sírio-Libanês por seis a sete semanas – com exceção dos finais de semana.

Para receber a radiação, o ex-presidente permanece deitado dentro do aparelho de radioterapia, com a cabeça imobilizada, por cerca de vinte minutos.

Segundo a equipe médica, o tratamento será associado a pequenas sessões de quimioterapia, de efeito menos agressivo. Uma dessas sessões foi feita na tarde desta quarta.

Tratamento – Em dezembro, a equipe médica do ex-presidente anunciou que o tumor na laringe teve uma redução de 75% após três ciclos de quimioterapia. Na ocasião, a necessidade de cirurgia foi descartada. A expectativa é que ele esteja recuperado até o carnaval, em fevereiro, quando será homenageado pela Gaviões da Fiel.