Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça libera documentos da Lava-Jato para CPI

Comissões na Câmara e no Senado receberão cópia dos inquéritos da PF

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), determinou nesta sexta-feira o compartilhamento dos documentos da Operação Lava-Jato da Polícia Federal com as duas CPIs que investigam a Petrobras no Congresso.

No despacho, o juiz entendeu que as investigações da PF podem contribuir para a apuração realizada pelo Congresso, e não viu nenhum empecilho na troca de informações. “Considerando que o compartilhamento irá instruir investigação criminal realizada pelo Congresso e de crimes apenados com reclusão (corrupção, peculato e lavagem, aparentemente) e que as provas colhidas neste feito e nos conexos podem servir eventualmente a outras investigações, não havendo ainda princípio da especialidade a impedir o compartilhamento das provas, é o caso de deferir o requerido”, afirmou Moro, à Agência Brasil.

Duas CPIs funcionam paralelamente em Brasília: uma comissão formada exclusivamente por senadores da base do governo, que inclusive recebeu com tapete vermelho o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa um dia antes de dele voltar para a prisão. A outra é mista, com a presença de senadores e deputados, entre eles nomes da oposição.

Leia também:

PF detecta dinheiro desviado da Petrobras na Suíça