Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça Federal sequestra cobertura de R$ 1,5 mi ocupada por Lula

Medida foi cumprida pela Justiça Federal, a pedido de Sergio Moro, no início de fevereiro. Imóvel é vizinho ao do petista em São Bernardo do Campo

A pedido do juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, a Justiça Federal sequestrou no início de fevereiro a cobertura número 121 do Edifício Hill House, em São Bernardo do Campo (SP), avaliada em 1,5 milhão de reais e ocupada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O apartamento, que tem 188,9 metros quadrados de área privativa e é vizinho ao de Lula, não pertence ao petista, mas a Glaucos da Costamarques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai.

A compra do imóvel, feita com dinheiro de propina da empreiteira Odebrecht, segundo o Ministério Público Federal, e contratos supostamente fictícios de locação levaram o ex-presidente ao banco dos réus em uma ação penal da Operação Lava Jato.

O pedido de sequestro, que não impede Lula de continuar no imóvel, foi feito pelo magistrado no momento em que aceitou denúncia do MPF contra o petista, em 19 de dezembro, e foi cumprido em 9 de fevereiro pela Oficial de Justiça Avaliadora Edilamar Fernandes Dornas, da 3ª Vara Federal de São Bernardo do Campo.

Sérgio Moro ordena sequestro de apartamento que seria de Lula O juiz federal Sérgio Moro ordenou o sequestro do apartamento 121 do Edificio Hill House, em São Bernardo do Campo (SP), vizinho ao prédio onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O juiz federal Sérgio Moro ordenou o sequestro do apartamento 121 do Edificio Hill House, em São Bernardo do Campo (SP), vizinho ao prédio onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Folhapress)

Na certidão em que informa ter sequestrado o imóvel, Edilamar afirma que entrou em contato com Valmir Moraes da Silva, segurança do ex-presidente Lula, no dia 6 de fevereiro, mas ouviu dele que o petista não poderia recebê-la por estar em luto. Na data do cumprimento do mandado de sequestro, havia três dias que a ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva havia morrido em São Paulo, vítima de um acidente vascular cerebral hemorrágico.

O advogado de Lula, Roberto Teixeira, então teria entrado em contato com a oficial de Justiça e informado que o imóvel era alugado pelo ex-presidente desde fevereiro de 2011 e que lhe enviaria uma cópia do documento no mesmo dia. “Entretanto, passados dois dias e não tendo recebido nada voltei a entrar em contato, mas desta vez o Doutor Roberto Teixeira informou que não possui cópia do documento”, escreveu Edilamar Fernandes.

Embora avaliada em 1,5 milhão de reais, a cobertura foi comprada por 504.000 reais, segundo a força-tarefa da Lava Jato. O dinheiro, supostamente retirado de contratos da Odebrecht com a Petrobras, teria tido como destinatário Glaucos Costamarques, em nome de quem o imóvel foi comprado. Para os procuradores da Lava Jato, Costamarques atuou como testa de ferro de Lula, em uma operação que envolveu também Roberto Teixeira.

A ex-primeira-dama Marisa Letícia também se tornou ré por participação no suposto crime de lavagem de dinheiro porque assinou, em 2011, o contrato fictício de locação do imóvel, em que o primo de Bumlai figurava como locador. As investigações da Operação Lava Jato concluíram que, até pelo menos novembro de 2015, o aluguel nunca havia sido pago.

Depois de sua morte, os advogados da ex-primeira-dama pediram a Moro a “absolvição sumária” dela. O MPF deu parecer pela extinção da punibilidade de Marisa Letícia, o que não significa absolvição, e o magistrado ainda não se manifestou. Em outra ação penal contra Marisa Letícia, a que apura a posse de um tríplex no Guarujá (SP), Moro extinguiu a punibilidade da mulher de Lula e afirmou que ela deve ser considerada inocente.

Laudo de avaliação de uma cobertura vizinha à do Lula em São Bernardo

A denúncia contra Lula referente ao apartamento no ABC paulista também envolve a compra, em 2010, de um terreno na Rua Dr. Haberbeck Brandão, nº 178, em São Paulo (SP), onde seria erguido o Instituto Lula. O dinheiro teria sido desviado de obras como a terraplenagem do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), das refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco, e Getúlio Vargas, no Paraná, além da construção de plataformas de perfuração e da montagem de um gasoduto.

Os procuradores afirmam que a aquisição foi feita pela DAG Construtora, do empresário Demerval Gusmão, com recursos da Odebrecht. Com base em anotações feitas pelo ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, que fechou acordo de delação premiada, e planilhas apreendidas na sede da DAG, o Ministério Público Federal afirma que, entre compra e manutenção do imóvel, a Odebrecht gastou 12,4 milhões de reais.

Sérgio Moro ordena sequestro de apartamento que seria de Lula O juiz federal Sérgio Moro ordenou o sequestro do apartamento 121 do Edificio Hill House, em São Bernardo do Campo (SP), vizinho ao prédio onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O juiz federal Sérgio Moro ordenou o sequestro do apartamento 121 do Edificio Hill House, em São Bernardo do Campo (SP), vizinho ao prédio onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Folhapress)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Juliex Oliver

    Se brincar ele ainda volta a ser presidente , tá cheio de pessoas cegas que defende o luladrão ainda

    Curtir

  2. Marcos Adriano Marcello

    Essa maria cecilia é uma coprólito petista!
    Rasteira e baixa, cmo todo petista é!

    Curtir

  3. Goretti Araújo Ribeiro

    Será que FHC, José Sarney ou algum outro ex presidente possui algum terreno ou apto nessa valor ou só o Lula? Será que os outros ex têm algum bem? Ou são todos desprovidos de alguma propriedade? Se forem totalmente pobres, coitados, deviam ter seguido um outro rumo , que não a política. 😂😂😂. Me poupem !

    Curtir

  4. José Evaldo

    Quando é que vamos ver esse país caminhar pra frente? Prendam logo esses corruptos e sequestrem tudo que compraram com o nosso dinheiro. Nos roubaram desavergonhadamente e ainda gastam fortunas pagando advogados corruptos para defendê-los. Que esses vagabundos sangue-sugas trabalhem para pagar o proprio sustento atras das grades.

    Curtir

  5. gostaria de saber a origem da grana q paga honorários caros para dizer tanta bobagem, rastreem o dinheiro e chegamos ao criminoso kkkk

    Curtir

  6. Luis Roberto Luca

    Incrível como as tantas falcatruas descobertas ainda são questionadas por alguma parcela dá sociedade, acredito que as famílias ricas do Brasil, não ficaram ricas com trabalho, salvando pouquíssimas famílias.

    Curtir

  7. Marcos Adriano Marcello

    Goretti Araújo Ribeiro, desde quando o erro de uma pessoa, autoriza outra a praticar/cometer erros mais graves? Deixe de ser falaciosa!

    Curtir

  8. José Smigle

    Que po.rra de sequestro é esse, se o cara vai poder continuar morando no apartamento?? Só mesmo neste pa.is de m.erda vemos coisas assim…

    Curtir