Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Justiça dá nova vitória para Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

MP tentou de novo uma quebra de sigilo na área cível, mas não vem tendo sucesso

Por Caio Sartori Atualizado em 11 Maio 2022, 09h40 - Publicado em 10 Maio 2022, 21h34

A Justiça do Rio de Janeiro deu nesta terça-feira, 10, uma nova vitória para o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) no caso das rachadinhas supostamente praticadas quando ele era deputado estadual. No âmbito de um inquérito que corre na área cível, três desembargadores da 24ª Câmara negaram por unanimidade um agravo por meio do qual o Ministério Público tentava obter uma nova quebra de sigilo do filho zero um do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de seus ex-assessores.

Segundo a relatora Isabela Pessanha Chagas escreveu no documento sigiloso acessado por VEJA,  o MP não apresentou um “argumento novo capaz de alterar a decisão atacada”, ou seja,  nada justificava rever sua decisão de dezembro do ano passado, quando manteve o entendimento de uma juíza de primeira instância e não concedeu a nova quebra de sigilo.

LEIA MAIS: MP livra Flávio Bolsonaro de acusações na Justiça Eleitoral

O inquérito civil, que poderia gerar uma condenação por improbidade administrativa, virou uma espécie de plano B do MP depois de o caso ser praticamente enterrado na esfera criminal. Apesar de aberto ainda em 2018, ele ficou parado na maior parte do tempo, sendo retomado no ano passado. Para defendê-lo nesse processo, Flávio contratou um advogado especialista em improbidade, Mauro Roberto Gomes de Mattos.

No total, 39 pessoas e empresas estão citadas. A lista inclui gente que ficou fora da ação criminal, como a parentada de Ana Cristina Siqueira Valle, segunda ex-mulher de Bolsonaro, que morava no sul fluminense enquanto supostamente trabalhava no gabinete da Alerj e sacava quase a totalidade de seus salários.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)