Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jucá dá o troco em desafeto: ‘Ele deveria entregar a mulher, que é procurada pela polícia’

Instantes depois de anunciar que se licenciará do Ministério do Planejamento, o peemedebista Romero Jucá alfinetou seu desafeto político, o também senador Telmário Mota (PDT-RR), e disse que o parlamentar, em vez de pedir sua cassação no Conselho de Ética, deveria se preocupar em entregar a esposa à Polícia Federal. A Justiça em Roraima decretou a prisão da ex-deputada estadual Suzete Macedo de Oliveira, esposa de Telmário e já condenada a quase sete anos de prisão. Ela foi penalizada no esquema conhecido como escândalo dos gafanhotos, que consistia em utilizar funcionários fantasmas para liberar a folha de pagamento do estado e embolsar o dinheiro dos salários dos servidores fictícios. “O PDT pode entrar com o que quiser [no Conselho de Ética]. O senador Telmário Mota deve entregar a mulher dele, que é procurada pela polícia”, disse Jucá. (Laryssa Borges, de Brasília)