Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Joesley: ‘Se tem batom na cueca, faz a p… da delação’

Em áudios recuperados pela PF, empresário também analisa como a classe política aderiu à delação e comenta efeitos colaterais de leis contra corrupção

No segundo áudio recuperado pela Polícia Federal, obtido por VEJA, o empresário-delator Joesley Batista conversa com um interlocutor chamado “Gabriel”, supostamente o deputado federal Gabriel Guimarães (PT-MG), e relata os fatores que um criminoso deve sopesar para decidir fechar um acordo de delação premiada. Ao interlocutor, Joesley diz ter aconselhado um amigo enrolado com práticas ilícitas e expõe seu raciocínio: “Ô, meu, é a coisa mais simples do mundo, porque se você tem problema e o problema é, como se diz, batom na cueca, ô, meu, corre lá e faz a porra dessa delação”. Os explosivos áudios de Joesley Batista foram peça-chave para embasar a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra o presidente Michel Temer (PMDB), mas a sonegação de outras conversas gravadas também levaram o então procurador-geral Rodrigo Janot a pedir a rescisão do acordo de delação do executivo e do diretor de Relações Institucionais da JBS Ricardo Saud. Hoje os dois estão presos por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF).

OUÇA AQUI essa conversa.

Ao longo de 38 minutos de conversa, Joesley Batista e seu interlocutor avaliam o que consideram como estragos da lei das organizações criminosas, segundo eles pensada para combater facções como o Primeiro Comando da Capital (PCC), e não atuações ilícitas praticadas por políticos, e analisam como parte da classe política, assolada por denúncias de corrupção, passou a aderir à delação premiada. Na conversa, Joesley também detalha como montou uma espécie de estratégia de sobrevida, corrompendo o procurador Ângelo Goulart Villela, e relata como detalhava ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL) as tratativas que mantinha com o Ministério Público sobre o acordo de leniência do grupo J&F.

Leia esta reportagem na íntegra assinando o site de VEJA ou compre a edição desta semana para iOS e Android.
Aproveite também: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Roberto Junior

    Delação premiada de bandidos não deveriam serem aceitas, principalmente depois que a PF descobriu a auto- gravação feita por Joesley Batista e Ricardo Saud, onde claramente entende-se que eles fizeram todos de trouxa, manipulando e construindo provas para se darem bem, inclusive ate a gravação do Temer foi claramente forçada com conversas de duplo sentido para que o Temer caísse na armadilha, apesar que quem caiu na armadilha mesmo e de boca foi o lambão do Rocha Loures, armadilha armada mal intencionado por Joesley, que quis fabricar prova para ficar mais convincente sua delação, que alias não ficou bem clara a motivação dessa delação espontânea e de repente de uma pessoa totalmente desconhecida do resto do pais ate então , chego a pensar que existe algo bem mais serio por trás de tudo isso, inclusive analisando tudo o que aconteceu ate agora desde de 2003, fatos, boatos, conversas do norte do pais, etc…, da a impressão de que o Lula esta por trás disso e que ele pode ate ser o dono da JBS, sendo o Lulinha o cérebro pensante, por trás disso tudo. Quanto a Lucio Funaro não tem o que se dizer, e´outro bandido, bandido e perigoso, que faz qualquer coisa para se livrar da cadeia, inclusive mentir a valer, mentiu a valer sim, pois não apresentou provas concretas alguma. O que parece estar acontecendo e´que esses criminosos aprenderam a montar suas delações como se fosse um TCC dos bandidos, para se livrarem da cadeia e de terem que pagar o minimo possível de multas, devolução, etc…, pois e´ai que o bicho pega para eles, onde vendem ate a mãe por dinheiro se precisarem.

    Curtir

  2. Osmar Souza dos Santos

    O mas incrível que o cancer do tal presidente Temer continua impune todos batendo palmas para o ladrao safado que compra todos para permanecer presidente,infelizmente esse é o nosso Brasil terra das quadrilhas que fazem o que entendem.Um dia isso tudo vai acabar.

    Curtir

  3. HAMILTON DUARTE SILVA

    DEPLORAVEL VERGONHOSO

    Curtir

  4. Antonio Nobre Magalhães

    LULA e adjacências ensinou bem direitinho ao Sócio Partidario, seu aliado Temer.

    Curtir

  5. Joesly Batista e companhia, espero que agora fiquem um bom tempo na cadeia e paguem seus pecados rigorosamente ante a lei, você merecem ou não?

    Curtir

  6. news da hora

    Joesley de um pequeno dono de açougue , tornou o maior mega laranja de Lula , do PT , Pc do B e aliados vigaristas .

    Curtir

  7. news da hora

    A união de Lula e Joesley foi perfeita , para eles , afinal duas mentes criminosas desviando bilhões do povo Brasileiro .

    Curtir

  8. news da hora

    Joesley achava que com o dinheiro poderia subornar tudo . Foi longe , além de Lula , Aécio , Dilma , Renan cia , passou propinas para 28 partidos .

    Curtir

  9. news da hora

    Quem recebeu propinas dos mega laranjas de Lula , direta ou indiretamente via caixa 2 de seu partido , não tem moral para criticar a lava jato e as forças tarefas .

    Curtir