Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

“Jamais patrocinei ou produzi fake news contra o STF”, diz Luciano Hang

Dono da rede de lojas de departamentos Havan foi alvo de operação da Polícia Federal, que investiga empresários, políticos e ativistas bolsonaristas

Por Roberta Paduan Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 Maio 2020, 11h41 - Publicado em 27 Maio 2020, 11h13

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, afirmou a VEJA que entregou “com tranquilidade” seu celular e computador aos agentes da Polícia Federal, que cumpriram mandado de busca e apreensão em sua casa, na cidade catarinense de Brusque, na manhã desta quarta-feira, 27. Bolsonarista ferrenho, Hang é um dos alvos no inquérito do Supremo Tribunal Federal, que investiga propagação de notícias falsas (fake news) em uma campanha de difamação contra a corte.

“Jamais patrocinei ou produzi fake news contra o STF ou qualquer membro da instituição”, afirmou Hang. Segundo ele, a perícia em seus aparelhos eletrônicos vão comprovar sua inocência. “Tudo o que eu falo e escrevo está publicado nas minhas redes sociais. Não tenho nada a esconder”.

ASSINE VEJA

Coronavírus: ninguém está imune Como a pandemia afeta crianças e adolescentes, a delação que ameaça Witzel e mais. Leia na edição da semana ()
Clique e Assine

A operação deflagrada hoje cedo pela Polícia Federal, a pedido do STF, mira alvos bolsonaristas que flertaram com fake news e ameaças pesadas a integrantes do STF.

Continua após a publicidade

O inquérito, sob o comando do ministro Alexandre de Moraes, investiga também parlamentares da “bancada da fake news” bolsonarista. Eles, no entanto, não são alvos de mandados de busca. A determinação é que os deputados sejam ouvidos em até dez dias e que suas postagens, enquadradas em crimes, sejam preservadas pelas redes sociais.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.