Clique e assine a partir de 8,90/mês

Investigado na Lava Jato, Delcídio deixa presidência da CAE

Por Da Redação - 1 mar 2016, 16h18

Investigado na Operação Lava Jato, o senador Delcídio do Amaral (afastado do PT-MS) formalizou nesta terça-feira sua renúncia à presidência da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), a principal do Senado. Em sua argumentação para deixar o colegiado, Delcídio, que é investigado na Operação Lava Jato por suspeitas de tentar travar as apurações sobre o esquema de corrupção na Petrobras, disse que precisa preparar seu retorno à base eleitoral, concentrar-se na defesa a ser apresentada ao Conselho de Ética, onde é alvo de um processo de cassação, e cuidar da saúde – ele está de licença médica no Senado. Delcídio, que era líder do governo Dilma quando foi preso, em novembro, foi substituído no posto pelo petista Humberto Costa, que era líder do PT. Na liderança do partido foi alocado o senador Paulo Rocha (PT-PA). (Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade