Clique e assine a partir de 8,90/mês

Internado, Covas agradece apoio: ‘Vou vencer esse desafio’

Prefeito de São Paulo foi diagnosticado com trombose venosa pulmonar e tumoração no trato digestivo e está no hospital desde quarta-feira, 23

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 28 out 2019, 11h17 - Publicado em 28 out 2019, 11h16

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), usou suas redes sociais na manhã desta segunda-feira, 28, para agradecer “as centenas de mensagens” que tem recebido de apoio após sua internação no Hospital Sírio-Libanês. “Não tenho dúvidas que vou vencer esse desafio”, escreveu em uma publicação com seu boletim médico, no qual é diagnosticado com trombose venosa pulmonar e tumoração no trato digestivo.

Em seu Instagram, o prefeito, que assumiu o posto após a renúncia do atual governador de São Paulo João Doria (PSDB), disse que as mensagens ajudam a “atravessar a tempestade”. Covas está internado no Sírio-Libanês desde a última quarta-feira, 23, quando foi tratar um quadro de erisipela, doença infecciosa da pele, que atinge geralmente os membros inferiores do corpo.

View this post on Instagram

Não tenho dúvidas que vou vencer esse desafio. Quero agradecer as centenas de mensagens que tenho recebido de inúmeras pessoas. Ajuda muito a atravessar a tempestade. #enfrentando

A post shared by Bruno Covas (@brunocovas) on

Durante os exames, ele foi diagnosticado com trombose venosa das veias fibulares. Exames subsequentes constataram tromboembolismo pulmonar e um tumor no trato digestivo. “Nada no quadro do prefeito é comum”, explicou David Uip, médico que coordena o tratamento. “Ele está com o peso ideal, comendo normal, fazendo academia cinco vezes por semana, sem nenhum sintoma. Os quadros foram encontrados por meio de exames”.

Ainda não há informações sobre o tratamento pelo qual o prefeito terá de ser submetido e o tempo pelo qual precisará ficar afastado de suas funções públicas. Como foi eleito como vice-prefeito, quando se afasta do cargo quem assume é o presidente da Câmara Municipal, vereador Eduardo Tuma (PSDB). Ainda nesta segunda-feira, a equipe médica prestará informações à imprensa sobre o estado de saúde.

Continua após a publicidade
Publicidade