Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Infraero autoriza Lula a pousar em aeroporto fechado no Acre

Órgão do governo abriu brecha para que aeronave do petista pousasse fora do horário em que demais voos podem fazê-lo, diz jornal. Ex-presidente fez comício no Estado

Por Da Redação 17 out 2014, 10h39

O governo federal deu permissão para que o ex-presidente Lula pousasse nesta quinta-feira em um aeroporto fechado em Rio Branco, no Acre, para um evento de campanha, segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Desde a semana passada voos estavam proibidos de pousar ou decolar do aeroporto entre 8 horas e meia-noite, em razão de obras para manutenção da pista. Na véspera da visita do ex-presidente à capital do Acre, contudo, um aviso no sistema interno da Infraero liberou as pistas nesse horário – apenas a aeronave de Lula, contudo, utilizou-se do espaço entre 9h40 e 11h15 do horário local, de acordo com o jornal.

Questionada, a Infraero informou que foi aberta uma “janela” de três dias para suprir a demanda do tráfego aéreo regional. Afirma que a medida não foi tomada em razão da chegada do ex-presidente e que há outras janelas previstas até dezembro – mas não informou em quais datas.

Leia também:

Com eleição apertada no Acre, senador petista vai às ruas panfletar

Terra natal e reduto político de Marina Silva (PSB), o Acre foi um dos únicos Estados em que a candidata ganhou a votação para Presidência no 1º turno com 41,99% dos votos. Em discurso em Rio Branco, Lula disse que não se governa olhando o resultado da eleição. “Eu duvido que em algum momento da história da existência do Acre ele recebeu metade do dinheiro que recebeu nestes doze anos com Dilma e Lula e nunca perguntei em quem as pessoas votaram”, afirmou. Em seguida, pediu ao povo para que transformem em “questão de honra” a reeleição de Dilma Rousseff a partir da votação do Estado.

Continua após a publicidade

Publicidade