Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imprensa internacional repercute fala de Temer sobre mulheres

The New York Times, CNN, El País, Guardian e Washington Post dizem que discurso do presidente sobre papel da mulher foi mal recebido no Brasil

Veículos importantes da imprensa internacional destacaram nesta quinta-feira a repercussão negativa do discurso do presidente Michel Temer no Dia Internacional da Mulher na quarta-feira. Em evento no Palácio do Planalto, ao lado da primeira-dama Marcela, o presidente afirmou que tinha “absoluta convicção, até por formação familiar, por estar ao lado da Marcela, do quanto a mulher faz pela casa, o quanto faz pelo lar, o quanto faz pelos filhos.”

Temer também afirmou que as mulheres têm “grande participação” na economia porque “ninguém mais é capaz de indicar os desajustes de preços no supermercado do que a mulher.” Após a declaração, o presidente foi alvo de inúmeras críticas de políticos – tanto da oposição quanto da base aliada – e de usuários de redes sociais.

O jornal britânico “Telegraph” destacou que Temer não é popular entre as causas feministas e relembrou a extinção do Ministério das Mulheres, Direitos Humanos e Igualdade Racial, além de ter montado um gabinete inteiramente masculino.

O “The Independent” ressaltou a impopularidade do presidente e classificou seu discurso como “sexista”.

O periódico espanhol “El País” destacou que Temer “reduziu o papel da mulher a casa e ao supermercado”. A publicação também destacou a falta de mulheres nos ministérios formados pelo presidente após o impeachment de Dilma Rousseff.

A americana CNN destacou que Temer foi criticado nas redes sociais por “elogiar as habilidades das mulheres no supermercado”. A reportagem também cita o fato do discurso ter gerado “uma onda de raiva” e destacou os protestos que aconteceram ao longo do dia. A publicação também incluiu tuítes de brasileiros criticando o governo e o discurso de Temer.

O jornal Washington Post também destacou a fala do presidente e o classificou como um “líder impopular”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Mello

    Que lindo o dia em que os homens engravidarem e as mulheres tiverem barba…casamento gay e lésbico…esse mundo está caminhando pro inferno de Dante.

    Curtir

  2. Nossa quanto drama meu Deus! O mundo vai acabar amanhã! Quanto mimimi!

    Curtir

  3. Foi um ótimo elogio não depreciou ninguém . Resumindo, as redações precisam de Ibope.

    Curtir

  4. Fernando Mello

    O movimento que vemos hoje, já infiltrado nos principais meios de comunicação, não é para emancipação da mulher, mas sim para empurrar o homossexualismo goela abaixo das pessoas, inclusive pretendendo contaminar a educação das crianças…

    Curtir

  5. César Carvalho

    Não gosto do Temer, mas o que essa, dita imprensa internacionalmente importante faz é repugnante. Basta questionar quantos homens gostam de ir ao mercado e quantas mulheres gostam. Se ele falasse de um shopping center, todos achariam “um charme” mulher saber mais sobre preços do que um homem.

    Curtir

  6. Paulo Santos

    Parece não ter nada importante para falar. Muito, mas muito mais importante é não termos nem 10% de mulheres no Congresso Nacional. Vejam que o PT brigou por cotas e é a favor das cotas. Pois bem por que não oferecer pelo menos um terço de vagas co Congresso para mulheres ? Veja que nem mesmo as mulheres reclamam para valer. Falam de vez em quando sobre o assunto. Por que não fazem um movimento popular ? Nesse caso eu votaria a favor da cota das mulheres de 33% (no mínimo) de todos os cargos políticos no Brasil. Nesse aspecto salve nossas Forças Armadas em que as mulheres tem exatamente o mesmo ganho dos homens.

    Curtir

  7. maria cecilia

    O GOLPISTA É UM INCOMPETENTE NA FALA, NAS ATITUDES, NA POLÍTICA, …SÓ SERVE SE NÃO FALAR, NÃO AGIR, E NÃO APARECER…É UM IDIOTA DEMENTE

    Curtir