Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Haddad toma posse na Câmara de São Paulo

Novo prefeito disse que pretende ter um relacionamento “do mais alto padrão” com os 55 vereadores que também foram empossados nesta tarde

Por Da Redação 1 jan 2013, 15h47

O novo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), tomou posse na tarde desta terça-feira em sessão solene na Câmara Municipal. Em um breve discurso, o petista afirmou que pretende manter “o mais alto padrão de relacionamento” com a Casa. “E não falo apenas dos vereadores que formam a base do governo. Os 55 terão as portas dos gabinetes da prefeitura e das subprefeituras abertas para discutir os problemas de interesse da cidade”, afirmou.

Haddad assume com apoio de grande maioria da Câmara, além da possibilidade de um vereador do PT, ou de um partido aliado, assumir a presidência da Casa. A eleição da mesa diretora acontece ainda nesta terça.

A sessão na Câmara foi presidida pelo vereador Gilson Barreto (PSDB), o mais velho entre os 55 eleitos. Inicialmente a cerimônia deveria ter sido presidida pelo Toninho Paiva (PR), mas a Câmara afirmou que ele estava internado e não poderia participar.

Leia também:

Leia também: 5.565 prefeitos tomam posse hoje em todo Brasil

Nos próximos quatro anos, o petista quer evitar conversas, cobranças e até apoios individuais. A meta é negociar a aprovação de projetos de lei diretamente com os líderes das bancadas partidárias.

Na cerimônia de posse, a vice-prefeita Nádia Campeão homenageou, em seu discurso, as mulheres que já passaram pelo Executivo municipal, citando os nomes das ex-prefeitas Marta Suplicy e Luiza Erundina e da vice de Gilberto Kassab, que terminou sua gestão, Alda Marcantonio.

Continua após a publicidade

Publicidade