Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Haddad convida Chalita para ser secretário da Educação

Ex-adversários nas eleições municipais de 2012, peemedebista deve substituir o atual secretário, Cesar Callegari

Por Da Redação 8 jan 2015, 19h21

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), convidou o ex-secretário do governador Geraldo Alckmin (PSDB) Gabriel Chalita (PMDB) para assumir a pasta da Educação em sua gestão, segundo informações da Agência Estado publicadas nesta quinta-feira. A confirmação do peemedebista no cargo deve ser divulgada na próxima segunda-feira. O atual secretário, Cesar Callegari, disse não ter conhecimento sobre a troca de comando. “Isso é novidade para mim. Não estou sabendo de nada”, afirmou. Ele está de férias e deve voltar ao trabalho também na segunda.

Nas eleições de 2012, Chalita concorreu à prefeitura de São Paulo com Haddad e José Serra (PSDB), mas não conseguiu ir para o segundo turno e declarou apoio ao petista na segunda etapa do pleito.

O peemedebista havia desaparecido do cenário político após ter sido envolvido em denúncias de esquema de corrupção, enriquecimento ilícito e superfaturamento de contratos públicos na época em que foi secretário de Educação de Alckmin, entre 2002 e 2006. Ao todo, ele foi investigado em onze inquéritos instaurados pelo Ministério Público do Estado de São Paulo. Ele nega todas as acusações.

Algumas políticas instituídas por Chalita, então secretário estadual, foram fortemente criticadas por Haddad quando ele era ministro da Educação na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Assim como na esfera federal, o PMDB pleiteia mais espaço na administração municipal.

Leia também:

Procuradoria pede arquivamento da apuração contra Chalita

Chalita chamava propina de ‘Vanderlei’, diz ex-assessor

Continua após a publicidade
Publicidade