Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Há dois anos no cargo, Temer comemora: ‘Defensores da crise perderam’

Nas redes sociais, presidente aproveita 'aniversário' do governo e publica mensagens em defesa de seu legado

No dia em que completam-se dois anos do afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e da sua posse interina, o presidente Michel Temer (MDB) saiu em defesa do seu governo. Em recado aos críticos, exaltou números econômicos e afirmou que os “defensores da crise perderam”.

“Temos um novo Brasil, mais forte, mais otimista. Não há espaço para retroceder. As mudanças precisam continuar. Os defensores da crise perderam. O Brasil aprendeu a crescer com consistência”, escreveu.

O presidente elencou os temas que considerou resolvidos nesses dois anos. “Assumi o governo do Brasil com uma dura missão: retirar o país da sua mais grave recessão, estancar o desemprego, recuperar a responsabilidade fiscal e manter os programas sociais. De fato, tudo isso foi feito”.

Michel Temer não menciona as duas denúncias criminais apresentadas pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nem os temas ainda pendentes, dos quais se destaca a Reforma da Previdência. O foco do discurso feito nas redes sociais, através de tweets, foi a mudança de paradigma na economia: “O Brasil, que encolhia a um ritmo de quase 4% ao ano, agora vai crescer mais de 2%”.

O emedebista também fez, como tem ocorrido nos últimos meses, uma exaltação da reforma do Ensino Médio, proposta que já era discutida antes e foi aprovada em seu governo. Ele procura estabelecer uma relação com as mudanças, reforçando a narrativa de que atuou para destravar a proposta.

“Tive a coragem de fazer a reforma do Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular, demandas de mais de 20 anos dos educadores brasileiros. A mudança na educação das nossas crianças e jovens já começou”, disse.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Bandarra

    Que criou a crise foi o próprio PMDB apoiando o PT no saque aos cofres públicos.

    Curtir

  2. Ele é de longe, o presidente mais otimista do Brasil, sem bases fundamentadas…

    Curtir

  3. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Sem redução e eliminação dos impostos e também sem abertura irrestrita do mercado não há saída para crise.

    Curtir

  4. Carlos Aurélio

    Sem diminuição significativa dos juros não tem saída. Esse ‘presidente ‘ inventa coisas pra tentar tapar o sol com a peneira. A crise tá mais viva do que nunca!

    Curtir

  5. Ataíde Jorge de Oliveira

    GO:BRIM@
    O “Itamar”2.pt:Zero!

    Curtir

  6. Sergio Campos

    Com o atual sistema corrupto por metodologia, uma pequena melhora na economia será um terreno fértil para ele, sistema, permanecer e crescer – o que gerará mais miséria no médio prazo se não for contido.

    Curtir

  7. Ermínio Barbosa

    Ninguém acredita mais nas suas promessas, vampiro dos infernos! Criaram uma crise pra dar o golpe e agora ela se tornou incontrolável! Quem vai acreditar em um traidor? Falando em crise; essa revistinha de banheiro público tb tá falida…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o que acho é bom!

    Curtir

  8. E revistinha bosta

    Curtir