Clique e assine a partir de 9,90/mês

Grupo de Hugo Motta tenta convencer Picciani a desistir

Por Da Redação - 15 fev 2016, 18h37

A dois dias da eleição da liderança do PMDB, vale tudo. A nova cartada do grupo ligado a Hugo Motta (PB) é tentar convencer Leonardo Picciani (RJ) a desistir da candidatura. No improvável acordo, Picciani se uniria a Motta, tornando-se vice-líder da bancada e pondo fim à disputa. A ideia é do deputado Lúcio Vieira Lima. “É melhor ser rabo de jacaré do que cabeça de lagartixa. Não seria uma saída honrosa, mas sim um reconhecimento de Picciani de que tem valor e que estaria disposto a unir a bancada”, afirma o deputado baiano. A estratégia não é nova: o próprio Picciani recorreu a ela para tirar Leonardo Quintão (MG), seu outro adversário, da linha de frente. O deputado fluminense, porém, não se mostra disposto a ser protagonista da mesma história. (Marcela Mattos, de Brasília)

Publicidade