Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo quer parar ações populares contra Lula ministro

O advogado-geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo, recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido para que a corte interrompa o andamento de todas as ações populares que pedem que o ex-presidente Lula seja impedido de assumir a Casa Civil no governo Dilma Rousseff. Em manifestação entregue ao STF, Cardozo alega que a multiplicidade de recursos gera insegurança jurídica e decisões contraditórias sobre o status ou não de Lula como ministro. “A Advocacia-Geral da União requer a suspensão do andamento de todos os processos e de decisões judiciais que apresentem relação com a matéria objeto da arguição de descumprimento até seu julgamento final”, disse Cardozo. O pedido deve ser analisado pelo relator do caso, ministro Teori Zavascki. (Laryssa Borges, de Brasília)