Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo federal libera R$ 2,3 milhões para Minas Gerais

Verba será utilizada em ações de defesa civil em doze municípios do estado

Por Da Redação 3 fev 2012, 09h54

O Ministério da Integração Nacional liberou nesta sexta-feira 2,3 milhões de reais para ações de defesa civil em doze cidades de Minas Gerais que sofreram com as chuvas nos últimos meses. Os municípios que receberam mais verba foram Além Paraíba e Guidoval – 450 000 reais cada. Receberam dinheiro federal ainda: Visconde de Rio Branco, Viçosa, Prados, Florestal, Capitólio, Patrocínio de Muriaé, Timóteo, Itabirito, Brumadinho e São João Evangelista. O decreto foi publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União.

Leia também:

Leia também: Por que o Brasil não consegue evitar a tragédia das chuvas

A portaria determina que as verbas são exclusivas para ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais e terão um ano para serem gastas. Os repasses fazem parte de um bolo de 482,8 milhões de reais, liberado pelo governo federal no início de janeiro para os municípios atingidos por efeitos climáticos em todo o Brasil.

Em Minas Gerais, as autoridades afirmam que a situação já está normalizada depois de uma temporada intensa de chuvas no início do ano que matou dezenove pessoas. Desde 1º de fevereiro, quatro cidades (Diamantina, Frei Gaspar, Olhos D’Água e Santa Bárbara) decretaram situação de emergência – totalizando 221 municípios em todo o período de chuvas, desde o início de dezembro.

Ao todo, mais de 3,5 milhões de pessoas foram afetadas, sendo mais de 100.000 desalojados e 10.000 desabrigados. Mais de 25.000 ficaram danificadas, outras 1.300 foram destruídas e cerca de 500 pontes vieram abaixo. O instituto de meteorologia Minas Tempo prevê mais chuvas para os próximos dias no estado, porém, com menos intensidade do que foi registrado no início do mês.

Agricultura – No final de janeiro, o governador Antonio Anastasia (PSDB) anunciou uma linha de crédito especial de 20 milhões de reais do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para agricultores prejudicados pelas chuvas. Cada produtor poderá solicitar financiamentos de até 15 000 reais, com prazo de pagamento de 36 meses, incluindo seis meses de carência, e juros anuais de 6,75%.

Continua após a publicidade
Publicidade