Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo anuncia R$ 2,8 bi para Minha Casa, Minha Vida

Após três meses de atraso, municípios contemplados pela segunda fase do programa foram divulgados. Minha Casa, Minha Vida teve gasto recorde de 5 bilhões de reais nos três primeiros meses deste ano eleitoral

O governo federal anunciou nesta quinta-feira os 2.582 municípios selecionados para receber o investimento de 2,8 bilhões de reais da segunda etapa do programa Minha Casa, Minha Vida. Serão construídas 107.348 novas moradias em cidades com menos de 50.000 habitantes. Conforme antecipado em reportagem do site de VEJA publicada nesta quarta-feira, o programa passará a priorizar os municípios mais pobres. Antes, o critério era o déficit habitacional.

Leia também:

Leia também: Governo tem gasto recorde do Minha Casa, Minha Vida

“Falta casa e tem miséria. É ali que tem de estar o Minha Casa, Minha Vida”, disse a presidente Dilma Rousseff durante a solenidade. “Ele será instrumento cada vez maior que vai permitir que transformemos o Brasil”. Para a presidente, o Minha Casa, Minha Vida produz um “círculo virtuoso”, que traz desenvolvimento econômico para os lugares onde é implantado. As novas casas serão destinadas a famílias com renda de até 1.600 reais e o valor de subvenção é de 25.000 reais para cada imóvel.

De acordo com as novas diretrizes, a Região Nordeste, que antes receberia aproximadamente 44.000 cotas, agora receberá mais de 60.000. Já as cotas para o Sudeste caíram para menos da metade, de 29.000 para 12.000.

O governo fixou a meta de construir 2 milhões de casas até 2014, mas a presidente Dilma Rousseff voltou a afirmar que pretende elevá-la para 2,4 milhões de unidades, como já havia prometido durante viagem a Índia, no mês passado. “No próximo mês, vamos anunciar que o Minha Casa Minha Vida passará a ser 2,4 milhões, falta ainda distribuir esse porcentual pelas faixas de renda e pelos municípios”, afirmou a presidente.

Atraso – A mudança nos critérios para a seleção atrasou em quase três meses a divulgação do resultado da oferta pública para a construção das novas moradias. Após o governo adiar por três vezes a publicação da lista dos selecionados, o Fórum Nacional dos Secretários de Habitação solicitou uma audiência pública, realizada nesta quarta-feira na Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados.

Gasto recorde – Nos primeiros três meses deste ano eleitoral, o Minha casa, Minha Vida teve gasto recorde de 5 bilhões de reais, segundo dados do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siaf). O valor representa quase metade da execução orçamentária do programa nos últimos três anos, que foi de 10,6 bilhões, e 63% de todas as aplicações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) com recursos do orçamento da União no primeiro trimestre (8 bilhões de reais).

(Com Agência Estado)

Conheça os números do Minha Casa, Minha Vida:

O salto do Minha Casa, Minha Vida O salto do Minha Casa, Minha Vida

O salto do Minha Casa, Minha Vida (/)