Clique e assine com até 92% de desconto

Gilmar Mendes libera Rosinha Garotinho do uso de tornozeleira

Presidente do TSE suspendeu as medidas cautelares impostas à ex-governadora

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 22 dez 2017, 23h51 - Publicado em 22 dez 2017, 23h50

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, mandou nesta sexta-feira retirar a tornozeleira eletrônica de Rosinha Garotinho. Ele também suspendeu o recolhimento noturno da ex-governadora do Rio de Janeiro e a exigência de ela não poder ter contato com outros investigados na operação que a levou à prisão.

A decisão suspendeu as medidas cautelares impostas a Rosinha, mulher do também ex-governador Anthony Garotinho.

Na decisão, Gilmar afirma que as medidas cautelares concedidas são “desproporcionais”, acrescentando não haver indícios de “reiteração delituosa” que possa ser atribuída à ex-governadora. Com o recesso do Judiciário, o ministro está de plantão no TSE.

Garotinho

Na última quarta-feira, Gilmar já havia mandado soltar Anthony Garotinho e o presidente do PR, Antonio Carlos Rodrigues, presos na mesma operação que investiga supostas irregularidades na campanha eleitoral do político ao governo do Rio em 2014.

Nesta operação são apurados os crimes de corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais. Anthony e Rosinha Garotinho negam as acusações.

Continua após a publicidade
Publicidade