Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Gil Diniz nega ter ‘aval’, mas não descarta disputar prefeitura de SP

Deputado pretende terminar seu mandato e diz que cumpriria "missão" se ela for dada pelo presidente Bolsonaro

Por Eduardo F. Filho - 28 set 2019, 15h51

O deputado estadual do PSL e líder do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo, Gil Diniz, afirmou que não recebeu “aval” do deputado federal Eduardo Bolsonaro para concorrer à prefeitura de São Paulo e que não planeja, no momento, deixar o cargo para a disputa. Entretanto, ele não descarta o que encara como “missão”.

A possível candidatura do “carteiro reaça”, apelido de Diniz, é vista como uma articulação do PSL contra o nome da deputada federal Joice Hasselmann, que já manifestou interesse pela prefeitura paulista.

Aos colegas mais próximos, Gil, afirmou que não está pensando em concorrer a prefeitura, mas que está “à disposição” do presidente Jair Bolsonaro. “Se ele me der essa missão, eu irei executá-la sem pensar duas vezes”, disse o deputado a VEJA.

Procurado pela reportagem, Gil Diniz, afirmou que não recebeu “aval de ninguém” e disse que não irá se pronunciar mais sobre o assunto. “Meu lema é: missão dada é missão cumprida. Por enquanto, minha missão é continuar meu mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa”.

Publicidade