Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fortaleza: candidatos de PT e PDT brigam por 2º turno com bolsonarista

Pesquisa aponta que Capitão Wagner (Pros) lidera disputa pela prefeitura com 35%, seguido por Luizianne Lins (PT), com 14,9%, e José Sarto (PDT), com 10,1%

Por Redação - Atualizado em 12 out 2020, 12h17 - Publicado em 12 out 2020, 11h58

A animosidade entre as direções nacionais de PT e PDT cresceu com a insistência petista de lançar candidato próprio na eleição para a prefeitura de Fortaleza, reduto eleitoral do presidenciável Ciro Gomes (PDT). Um levantamento divulgado nesta segunda-feira, 12, pelo Paraná Pesquisas mostra que os candidatos dos dois partidos também travam uma batalha para conquistar o mesmo eleitorado e chegar ao segundo turno.

ASSINE VEJA

O novo perfil que Bolsonaro quer para o STF Leia nesta edição: os planos do presidente para o Supremo. E mais: as profundas transformações provocadas no cotidiano pela pandemia
Clique e Assine

Segundo o levantamento, a disputa em Fortaleza é liderada com folga pelo Capitão Wagner (Pros), o candidato identificado com o bolsonarismo e que soma 35% das intenções de voto. No segundo lugar está a ex-prefeita Luizianne Lins (PT), que tem 14,9% das intenções de voto. O deputado estadual José Sarto, candidato do PDT, fica na terceira posição, com 10,1% das intenções de voto. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos, o que deixa Luizianne e Sarto empatados tecnicamente.

Heitor Férrer (SD) somou 7,3%, Renato Roseno (PSOL) tem 4,7%, Celio Studart (PV) conta com 4,5% e Heitor Freire (PSL) aparece com 2,2%. Os demais candidatos registraram intenções de voto abaixo de 1%. O índice de eleitores que dizem não votar em nenhum dos nomes apresentados é de 13,9%. Aqueles que não sabem ou não souberam responder à pergunta foram 5,7%.

Na pesquisa espontânea, quando nomes dos candidatos não são revelados, o Capitão Wagner marcou 12,8%, seguido por Luizianne Lins, com 5,7%, por José Sarto, com 4,6%, e por Heitor Férrer, com 2%. Nesse caso, 58,8% dos eleitores disseram não saber, enquanto 11,4% afirmaram que não irão votar em ninguém.

A pesquisa também avaliou a administração do atual prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), que já está em seu segundo mandato e não pôde concorrer novamente ao cargo. Entre os entrevistados, 45,2% disseram que a gestão é ótima ou boa, 33,5% avaliaram como regular e 19,3% afirmam que ela é ruim ou péssima. A aprovação em alta do prefeito poderá ser um importante mecanismo de transferência de votos para José Sarto, que terá o seu apoio durante a campanha.

O Paraná Pesquisas realizou o levantamento por meio de entrevistas telefônicas com 740 eleitores de Fortaleza, entre os dias 09 e 11 de outubro. O grau de confiança dos resultados é de 95%.

Continua após a publicidade
Publicidade