Clique e assine a partir de 9,90/mês

Filipe Martins testa positivo para coronavírus; comitiva tem 22 infectados

Assessor internacional da Presidência participou da viagem do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos; primeiro exame havia sido negativo

Por Da Redação - Atualizado em 20 mar 2020, 15h45 - Publicado em 20 mar 2020, 09h12

O assessor internacional da Presidência, Filipe Martins, testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi confirmada a VEJA por fontes do Ministério das Relações Exteriores. Na sexta-feira 13, Martins, que integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos, havia realizado um primeiro teste, que resultou negativo.

Com isso, sobe para 22 o número de membros que integraram a comitiva de Bolsonaro ou tiveram contato com o grupo nos Estados Unidos que testaram positivo para o coronavírus. Na saída do Palácio do Alvorada nesta sexta-feira, 20, o presidente da República afirmou que “talvez” realize um terceiro teste – os dois primeiros deram negativo.

ASSINE VEJA

A guerra ao coronavírus A vida na quarentena, o impacto da economia, o trabalho dos heróis da medicina: saiba tudo sobre a ameaça no Brasil e no mundo
Clique e Assine

Além de Martins, foram diagnosticados com coronavírus Carlos França, chefe do cerimonial da Presidência da República; Alan Sellos, chefe do cerimonial do Itamaraty; e um auxiliar de Sellos. Também nesta quinta-feira, o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Sérgio Segovia, recebeu a contraprova de seu exame, que resultou positivo. “Fiz um teste na última sexta-feira cujo resultado foi negativo. Efetuei novo teste na última quarta-feira que resultou positivo. Estou me sentindo muito bem e sem qualquer sintoma”, disse Segovia a VEJA.

Os ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, foram diagnosticados com o coronavírus. Além dos 22 já diagnosticados, o prefeito de Miami, Francis Suarez, que teve contato com a comitiva presidencial, também foi diagnosticado.

Confira a lista de todos os integrantes da comitiva infectados:
– General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional);
– Almirante Bento Albuquerque (Minas e Energia);
– Deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC);
– Senador Nelsinho Trad (PSD-MS);
– Filipe Martins, assessor internacional da Presidência;
– Almirante Sérgio Segovia, presidente da Apex;
– Carlos França, chefe do cerimonial da Presidência da República;
– Alan Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty;
– Major Cid, chefe da ajudância de ordens da Presidência;
– Coronel Suarez; diretor do Departamento de Segurança Presidencial;
– Flavio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais (Fiemg);
– Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia;
– Robson Braga de Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI);
– Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República (Secom);
– Nestor Forster, encarregado de negócios do Brasil nos Estados Unidos;
– Samy Liberman, secretário Especial Adjunto de Comunicação Social da Presidência;
– Sérgio Lima, publicitário que trabalha com a família Bolsonaro na criação do partido Aliança pelo Brasil;
– Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro;
– Quatro integrantes da equipe de apoio da comitiva.

Publicidade