Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filha de Rosemary de Noronha deixa cargo na Anac

Investigação da Polícia Federal aponta que ex-chefe gabinete da Presidência em SP usava sua influência para indicar aliados para cargos no governo federal

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta segunda-feira que irá exonerar do cargo de assessora técnica do setor de Infraestrutura Portuária a filha da ex-chefe de gabinete da Presidência em São Paulo, Rosemary Nóvoa de Noronha, Mirelle Nóvoa de Noronha Oshiro. No início da noite, a agência, que confirmou a demissão mais cedo, informou que a própria Mirelle pediu para deixar o cargo. Investigações da Polícia Federal indicam que Rosemary, conhecida como Rose, usava sua influência – e o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – para indicar aliados para cargos no segundo e terceiro escalões do governo federal. Mirelle, indicada por Rose, trabalhava para Rubens Vieira, diretor afastado do cargo também apontado pela Polícia Federal como integrante do esquema de tráfico de influência nos órgãos federais. Até a última atualização desta reportagem, a Anac ainda não havia informado as razões oficiais para o afastamento de Mirelle dos quadros da agência. Por meio de assessoria, disse, contudo, que, por não se tratar de servidora pública, a demissão, mesmo sem sindicância, é normal. Grampo complica situação de Rose Quadrilha fez 1,1 mil ligações para Costa Neto e PR Senado quer explicação de Cardozo sobre tráfico de influência no governo Dilma determina varredura em órgãos investigados por operação da Polícia Federal